Vipcomm
Comentários desativados em Eric Granado conquista o 5º título consecutivo do Superbike para a Honda

Eric Granado conquista o 5º título consecutivo do Superbike para a Honda

O piloto Eric Granado conquistou neste domingo (26/11) o quinto título seguido do Superbike para a equipe Honda Racing. É o primeiro do paulista de 21 anos na categoria. Os outros campeonatos foram conquistados por Maico Teixeira (2013) e Diego Faustino (2014, 2015 e 2016). Granado levantou o troféu do Superbike uma semana após conquistar de maneira inédita para o Brasil o título de campeão Europeu de Motovelocidade.

O campeão venceu as duas corridas da 8ª e última etapa da competição, realizada em Interlagos. “Muita emoção, muita felicidade. A Honda Racing fez um trabalho incrível. Foi um ano perfeito”, disse Granado. O piloto oficial Honda Racing recebeu o carinho da equipe, da família e dos fãs no box da marca, sempre ao lado da sua Honda CBR 1000 RR Fireblade.

Vice-campeão, o experiente Alex Barros ficou em terceiro lugar nas duas provas do dia. Aos 47 anos, o maior piloto do motociclismo brasileiro de todos os tempos voltou a disputar uma temporada completa após 10 anos.

Resultado de trabalho em equipe

José Luiz Cachorrão, piloto e chefe da equipe Honda Racing na motovelocidade, fez balanço positivo da temporada e destacou os resultados nos últimos anos. “É resultado de um trabalho de equipe. O quinto título consecutivo da Honda no campeonato mais difícil do Brasil, com participação de todas as marcas. E a Honda se mantém firme na ponta. Sabíamos do nosso potencial”, frisou.

Cachorrão ressaltou ainda a importância de técnicos e mecânicos. “Quando começamos em 2012, sabíamos que tínhamos uma equipe muito competente. Com o decorrer dos anos, foram incorporando mais integrantes e com mais qualidade. Tenho certeza que temos a melhor equipe do País, a prova disso são os resultados. E temos também o melhor piloto do Brasil, que é o Eric Granado”, completou.

Estratégia bem definida garantiu vitórias na final

As duas baterias da finalíssima em Interlagos foram muito parecidas. Granado largou na pole, mas Alex Barros pulou na frente na primeira curva. Paciente e com estratégia bem definida, o piloto #151 da Honda esperou a metade da prova para dar o bote no adversário. Ultrapassou Barros e disparou na ponta para fechar as duas corridas exatamente da mesma maneira.

O segundo colocado nas duas baterias foi o uruguaio Max Gerardo. Ele dispotou apenas esta etapa na categoria Pro do Superbike. Durante a temporada, disputou a 600cc SuperSport Pro e foi campeão com antecedência.

Os outros dois pilotos oficiais Honda Racing, Diego Faustino e José Luiz Cachorrão, ficaram em sexto e sétimo lugares nas duas baterias, respectivamente. Faustino, tricampeão do Superbike (2014, 2015 e 2016), ficou em terceiro na classificação geral em 2017. “Os pilotos que ficaram na minha frente são excelentes, com carreira fora do País. Estou muito contente com a evolução na minha vida pessoal e no esporte com as dificuldades encontradas neste ano”, disse Faustino. Cachorrão terminou em sexto no ranking geral.

Granado faz temporada perfeita

Eric Granado fez uma temporada perfeita em 2017. Foi campeão Europeu de Motovelocidade, na Moto2, há uma semana, após sete etapas. Foi a primeira vez que um brasileiro venceu a competição.

O título do Superbike também registrou marcas importantes na carreira do piloto paulista. Foram 11 baterias em 8 etapas. Granado participou de 10, pois esteve fora de uma por ter priorizado o Campeonato Europeu. Venceu 9. A única que não saiu vitorioso foi a 3ª etapa, em junho, em Interlagos. Na ocasião, chegou em primeiro, mas foi punido por acelerar em trecho de bandeira amarela (o que ele discorda) e acabou em 10º.

Além das expressivas vitórias, Granado fez história no Superbike ao quebrar os recordes te todas as pistas da competição: Goiânia (SP), Interlagos (SP), Londrina (PR) e Curitiba (PR).

Em 2018, Granado coloca o Brasil de volta ao Mundial de Motovelocidade

A temporada 2018 será alucinante para Eric Granado, com 27 corridas. Com apoio da Honda Brasil, ele disputará o Campeonato Mundial de Motovelocidade, categoria Moto 2, de acesso à MotoGP. Serão 19 etapas, que passarão por Europa, Ásia, Oceania e Américas. A competição tem início dia 18 de março, em Doha, no Catar, e termina em Valência, na Espanha, dia 18 de novembro.

Granado voltará a disputar o calendário do Mundial depois de três anos. Estreou na Moto2 em 2012, com 16 anos, e depois, em 2013 e 2014, correu a Moto3. Ficou fora do campeonato mundial nos últimos três anos.

Ainda em 2018, serão mais oito corridas no Brasil, pelo Superbike, nos autódromos de Interlagos, Goiânia, Londrina e Curitiba. O calendário oficial de datas ainda não foi divulgado.

Honda CBR 500R

Na categoria Honda CBR 500R, Leonardo Tamburro entrou como bicampeão na etapa deste domingo, em Interlagos. Largou na pole e chegou em segundo lugar, atrás de Diogo Moreira. Ademilson Peixer conquistou a quarta posição na corrida e garantiu o vice-campeonato. Em oitavo na prova, Rafael Touche ficou em terceiro na classificação geral.

Honda Júnior Cup

Foi eletrizante a etapa final da Honda Júnior Cup, categoria escola para formação de pilotos. Os três primeiros colocados disputaram curva a curva as oito voltas da prova. No fim, Caique Lanna Menezes saiu da terceira colocação e, nos metros finais, ultrapassou os dois primeiros e venceu a prova. Rubens Mesquita Barros foi o segundo e João Arratia, terceiro.

Na categoria, Leo Manella garantiu o título com uma etapa de antecedência. Machucou-se nos treinos dias atrás e, por orientação médica, não disputou a última corrida neste domingo. Mas esteve no autódromo com o braço direito imobilizado para comemorar o título.

O vice-campeão foi João Vitor Carneiro (chegou em quarto neste domingo). Rubens Mesquita Barros completou o ranking dos três primeiros.

Classificação final do Superbike Brasil 2017

1º Eric Granado – 238 pontos

2º Alex Barros – 202 pontos

3º Diego Faustino – 145 pontos

4º Wesley Gutierrez – 143 pontos

5º Diego Pierluigi – 131 pontos

6º José Luiz Cachorrão – 98 pontos

Honda Racing Brasil
Vipcomm Assessoria de Imprensa
Jornalistas responsáveis: Beto Silva, Ricardo Ribeiro e Claudia David